ícone de uma era

Até a metade do século 20, o único acesso de Porto Alegre ao Sul do Estado passava pelas balsas que transportavam pessoas, ônibus e caminhões até Guaíba. Como o serviço estava chegando ao esgotamento, abriu-se uma grande discussão para resolver o problema. Venceu a proposta de construir uma ponte da Zona Norte de Porto Alegre até Guaíba, passando sobre as ilhas.  Foi a maior obra de engenharia realizada no país até então, com tecnologia francesa e alemã. Inaugurada em 1959, a Travessia Régis Bitencourt, ou Ponte do Guaíba, como ficou conhecida – embora passe sobre o Rio Jacuí –, com seus 777 metros, é a primeira de uma travessia que engloba quatro pontes sobre trechos do Rio Jacuí. As 460 toneladas do vão móvel da ponte principal podem ser erguidas a uma altura de 24 metros. Atualmente, está em construção uma segunda ponte, para desafogar o trânsito entre a Capital e a Metade Sul do Estado.

Ricardo Stricher

Ricardo Stricher