O LADO SOMBRIO

Sob a beleza da paisagem, as profundezas do Guaíba guardam a memória de dois séculos e meio de descaso, desprezo e desatenção. Desde os cabungos do século 19 aos emissores cloacais que lançam toneladas de esgoto in natura, mais a poluição das indústrias, o leito do Guaíba é um depósito de acúmulo de dejetos, excrementos, lixo industrial, metais pesados, resíduos tóxicos e sobras de veneno. Em vários pontos, esse lado sombrio também é visível na quantidade de lixo em suas margens, que evidencia uma relação contaminada da cidade com o Guaíba. Uma pesquisa da Universidade de Campinas de 2013 indicou que a água servida à população de Porto Alegre é a pior entre 20 capitais estudadas. A luta pelo saneamento do Guaíba mobiliza os ambientalistas e desafia governos. O Plano Integrado Socioambiental promete resolver a questão em um prazo de 20 anos.

Ricardo Stricher

Ricardo Stricher