ENCONTRO DAS ÁGUAS

Mapa seta verdeEsta revista on line traz um resumo dos conteúdos do livro Águas do Guaíba, além de fotos inéditas que não estão na edição impressa. A revista atende ao compromisso de democratização e também de acessibilidade, já que servirá de base para audiodescrição, que integra o projeto. Clicando na capa da edição impressa (abaixo, à esquerda), o leitor terá acesso às 20 páginas iniciais do livro.

Nele, propomos um passeio pelo Guaíba e suas margens, partindo do Cais do Porto que delineia o perfil ao norte da cidade. Chegamos à Usina e seguimos rumo ao Sul, arregalados com as histórias do Cadeião, reverenciando as obras sociais do Pão dos Pobres e do Asilo Padre Cacique. Assistimos ao grande aterro que rouba um naco no rio para que se nele plantem ruas e parques. Ouvimos a vibração de gol no Beira-Rio colorado e, um pouco além, estimulamos nosso espírito na casa de Iberê. No Estaleiro Só, embarcamos no Trenzinho da Tristeza. Da janela, vemos as emoções do hipódromo, as cores dos clubes de vela, o ronco das carreteiras no circuito de rua, até encontrar a beleza esquecida da Pedra Redonda. Seguimos na rota dos balneários: Ipanema, Belém Novo e Lami até o farol, guardião do Parque de Itapuã. Atravessamos o Guaíba para conhecer o casario da Barra do Ribeiro. Em Guaíba, vemos os farroupilhas atravessando as águas para tomar a cidade, seguidos de jet skis, canoas e stand ups, guaporés e catamarãs na orla renovada. A incomparável beleza das ilhas se impõe, com suas margens tomadas por palafitas e mansões. Atravessamos a Ponte do Guaíba e ouvimos outro gol, agora da Arena do Grêmio. Paramos para assistir à procissão dos Navegantes e podemos voltar ao Centro de Porto Alegre pelo Cais Navegantes, com uma parada obrigatória no Mercado Público de especiarias e convivências.

E um último olhar para o Guaíba antes do pôr do sol: é rio ou lago?

Mais uma vez, reunimos a equipe responsável pelos livros Rua da Praia – Um Passeio no Tempo e Mercado Público – Palácio do Povo: a designer Clô Barcellos, o mestre ilustrador Edgar Vasques e os fotógrafos Marco Nedeff e Ricardo Stricher.

Este trabalho foi produzido com patrocínio do Banrisul, o banco público dos gaúchos, através da Lei de Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura.
Boa leitura!

Rafael Guimaraens

Marco Nedeff

Marco Nedeff