caminho das águas

Os nostálgicos passeios de barco entre Porto Alegre e Guaíba ganham destaque na metade do século 19. O crescimento econômico da Província estimula o surgimento de empresas de navegação. O pioneiro vapor São Pedro inaugura o transporte regular de passageiros. Em 1941, logo após a grande enchente, é criado um sistema público de balsas para transporte pesado. A linha parte de um cais instalado no bairro Vila Assunção até o atracadouro no Centro de Guaíba, que será reforçado com a aquisição de quatro barcaças, utilizadas nas ações de desembarque durante a Segunda Guerra Mundial. Com a inauguração da Ponte do Guaíba, o sistema é desativado, até ser retomado no início do século 21, com o surgimento dos catamarãs. Para passear entre as ilhas, diversos  barcos fazem a travessia: os tradicionais Cisne Branco e Noiva do Caí, mais o Caribe, o Travessia II e o Porto Alegre 10.

Marco Nedeff

Marco Nedeff