Acesse sua conta !

Pão & Circo Pão & Circo
A Rua dos Secretos Amores A Rua dos Secretos Amores
Outonos de fogo Outonos de fogo
Jogo aberto Jogo aberto
Memorabilia Memorabilia
360 Graus – Inventário astrológico sobre Caio Fernando Abreu 360 Graus – Inventário astrológico sobre Caio Fernando Abreu
A vida nas cordas do violão A vida nas cordas do violão
O Jornalista Farroupilha O Jornalista Farroupilha
Minha Vida, Meus Sabores Minha Vida, Meus Sabores
Um Spa na India Um Spa na India
Canto de Cravo e Rosa Canto de Cravo e Rosa
Canto de Cravo e Rosa Canto de Cravo e Rosa
13466339 1252564761428299 6351452579600690069 n

     No segundo semestre a Libretos irá lançar o novo livro do autor Rafael Guimaraens sobre o caso das mãos atadas, veja o que o autor nos falou sobre o livro:

    “A trajetória do sargento Manoel Raymundo Soares sempre me fascinou. Filho de mãe solteira, passou uma infância muito pobre em Belém do Pará. Mudou-se para o Rio de Janeiro com o objetivo de servir ao Exército Nacional. Nesta foto, logo após o alistamento, ele tem 19 anos. Autodidata, lia tudo o que lhe caía às mãos e adquiriu gosto pela música clássica. Com apenas 1,55 de altura, valente, politizado e solidário com seus companheiros, tornou-se uma das principais lideranças do movimento dos sargentos por dignidade e em defesa das reformas de base do Governo Jango, durante os primeiros anos da década de 1960. Expulso do Exército, aderiu à resistência armada à ditadura. Foi preso em Porto Alegre, em março de 1966. Brutalmente torturado na Polícia do Exército e do DOPS gaúcho, permaneceu detido ilegalmente durante seis meses na Ilha do Presídio, de onde enviou cartas apaixonadas e gramaticalmente irrepreensíveis à esposa Betinha, denunciando sua prisão ilegal. Em agosto, os órgãos repressivos articulados no clandestino “Dopinha” simularam sua libertação. Na verdade, após nova sessão de torturas, ele seria assassinado. Seu corpo apareceu boiando às margens da Ilha das Flores, com as mãos arramadas às costas. Foi a primeira vítima fatal da ditadura civil-militar. Estou contando essa história, repleta de episódios dramáticos e personagens marcantes, cujo trágico desfecho completa 50 anos, com uma linguagem de romance político-policial no livro “O sargento, o marechal e o faquir”, em breve nas bancas. É um dos trabalhos que mais me gratificaram. Espero que gostem”

 O livro é patrocinado pela Caixa Econômica Federal.

   
   
13445703 872117456226219 8097519861945631093 n

   Dois dos 4 títulos da Libretos que concorrem ao Prêmio Ages- Livros do ano estão disponíveis para leitura na Nuvem de Livros.

   Águas do Guaíba: de Rafael Guimaraens, com fotos de Marco Nedeff, ilustrações de Edgar Vasques fotos aéreas de Ricardo Stricher– concorre na categoria especial

   Nega Lu: uma dama de barba malfeita:de Paulo César Teixeira - Concorre na categoria Não ficção

   
   
 12513614 965874096795695 6520708589602120954 o

    O projeto tem parceria com a Editora Libretos e o objetivo é financiar o livro Habitat, do artista Amaro Abreu. Nas páginas irá consistir desenhos do início de sua trajetória até os desenhos elaborados recentemente. Também será composto por reflexões e pequenos textos, acompanhados de rascunhos, desenhos finalizados, fotos de murais feitos em viagens, trabalhos para exposições e participação de eventos.

    Para saber mais sobre o projeto e como apoiá-lo acesse:

     https://www.catarse.me/habitat_c543

   
   
IMG 9465

     Para saber mais sobre os livros editados pela Libretos que são finalistas do Prêmio Ages – Livros do ano 2016 acesse os links dos livros:

     Águas do Guaíba: http://goo.gl/j9Wjag ( de Rafael Guimaraes, com fotos de Marco Nedeff, ilustrações de Edgar Vasques fotos aéreas de Ricardo Stricherconcorre na categoria especial)

    Histórias de Viamão: http://goo.gl/xMGmkv (de Vitor Ortiz - Concorre na categoria Não ficção)

   L. Novela de mistério: http://goo.gl/lNjHhf (de Antonio D. Cattani – concorre na categoria Narrativa longa)

   Nega Lu: uma dama de barba malfeita: http://goo.gl/cFs72o (de Paulo Cesar Teixeira - Concorre na categoria Não ficção)

   
   
ages  

     Saiu no último dia 14 a lista dos finalistas do Prêmio Ages – Livros do ano. Dentre eles estão quatro títulos publicados pela Libretos em três categorias diferentes. Parabenizamos os nossos autores por este reconhecimento, assim como a todos os demais finalistas.

Os nossos livros que ficaram entre os finalistas são:

Narrativa Longa

L. Novela de mistério /Antônio Cattani

Especial

Águas do Guaíba/Rafael Guimarães

(Com fotos de Marco Nedeff, ilustrações de Edgar Vasques e fotos aéreas de Ricardo Stricher)

Não-ficção

Nega Lu / Paulo Cesar Teixeira

Histórias de Viamão / Vitor Ortiz

Na próxima etapa, os escritores sócios da AGES definirão os vencedores, a serem divulgados na noite do livro, 5/8/2016, sábado, em cerimônia no Centro Cultural CEEE Erico Veríssimo.

Para ver a lista completa dos finalistas acesse: http://www.ages.org.br/?nid=7760

 
   
cooj

     

 

    Já estão disponíveis mais 10 edições digitalizadas do Coojornal, agora já são ao todo 13 edições digitalizadas.

 

    Hoje destacamos a edição de maio de 1976, o que será que era manchete há 40 anos?

 

    Para acessar a edição de Maio de 1976 clique aqui:

 

     Este trabalho é fruto de uma parceria que a Libretos firmou com o Núcleo de Pesquisa em Ciências da Comunicação da PUC com o objetivo de digitalizar a coleção completa do Coojornal, editado pela Cooperativa dos Jornalistas de Porto Alegre entre os anos de 1974 e 1982.

 
 
 
 
   
J041

   Na última quinta-feira (12/05) aconteceu o lançamento do livro Jogo Jogado e outras histórias na Palavraria. O evento iniciou com um bate-papo com o autor do livro, Guilherme Cassel, e com o jornalista e escritor Rafael Guimaraens, seguido de sessão de autógrafos.

   Para saber mais sobre o lançamento clique aqui.

   

     O livro reúne sete narrativas lancinantes e febris, com poder de fogo e imaginação para desconcertar o leitor e conduzi-lo aos escombros da condição humana. Os relatos de crueldade e humor, raiva e dignidade navegam nas águas turvas da tragédia ética que desafia o Humanismo do século 21, por sua vez soterrando-o e, logo adiante, dando-lhe nova e talvez derradeira chance.

    Para comprar o livro clique aqui

   
   

Aguas do Guaiba

neve
sobe-desce
video_prev
ass1 ass2 ass3